Lipoabdominoplastia

Mamoplastia de Aumento
7 de fevereiro de 2018
Preenchimento Labial
7 de novembro de 2017

CIRURGIA PLÁSTICA DO ABDOME

LIPOABDOMINOPLASTIA 

O objetivo desta cirurgia é melhorar o excesso de pele e gordura existente no abdome, melhorando assim a silhueta, e especialmente a cintura, a qual fica prejudicada após as gestações ou perda excessiva de peso, nesta cirurgia além da retirada do excesso de pele também reposicionamos a musculatura determinando um aspecto mais jovial do abdome.

Vale a pena lembrar que “excesso de gordura” no abdome pode ser diminuído quando associamos a lipoaspiração (lipoabdominoplastia), bem como a lipoaspiração das costas e cintura, o que  melhora ainda mais a silhueta, portanto na maioria dos casos essa técnica é associada à plástica do abdome, essa gordura retirada também pode ser utilizada para melhorar a silhueta dos glúteos, conferindo maior volume nessa região e firmeza, o que em geral agrada muito as pacientes, e pode ser realizado no mesmo ato operatório.

PRÉ-OPERATÓRIO

Medicamentos: Evitar diuréticos e medicamentos com ácido acetil salicílico (aspirina) no mínimo dez dias antes da cirurgia e medicamentos para emagrecer por um período de 30 dias antes da  cirurgia.

Uso de pílula anticoncepcional e reposição hormonal também devem ser interrompidos por 30 dias antes da cirurgia até 30 dias após, como prevenção de tromboembolismo.

Tabagismo: Suspender o tabagismo por no mínimo 4 semanas antes até 4 semanas após a cirurgia, porque o fumo prejudica a vitalidade pele e retarda a cicatrização.

Programar suas atividades sociais, domésticas ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 15 dias.

PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

A cirurgia dura em média 2 a 4 horas dependendo da necessidade de lipoaspiração. A internação é de no mínimo 24h. Habitualmente é realizada raquianestesia ou similar com sedação e em casos especiais poderá ser anestesia geral. Habitualmente são colocados drenos que são retirados em 3 a 7 dias. São realizados apenas  curativos  com fitas adesivas ( micropore) ou preferencialmente o uso de cola cirúrgica (Prineo®)

PÓS-OPERATÓRIO

Recomendações:Você deve se levantar quando recomendado e mexer as pernas nas primeiras 24 hs após a cirurgia. O primeiro banho já é tomado no dia seguinte na clínica, antes da alta hospitalar, as cicatrizes com cola podem ser molhadas porque esta impermeabiliza o local, e o curativo da cicatriz umbilical deve ser trocado diariamente (utilizar gaze e nebacetim pomada).

Andar com ligeira flexão (curvada) do tronco e manter passos curtos, por um período de 3 a 7 dias. É, muito importante caminhar em casa a cada hora, no mínimo, e tomar muito líquido principalmente água, a hidratação e a movimentação das pernas especialmente, são os fatores mais importantes na prevenção de tromboembolismo

Usar cinta modeladora de 30 a 60 dias e placas maleáveis para acelerarem a diminuição do inchaço. O inchaço natural e uma possível diminuição da sensibilidade são comuns e retornam gradualmente. O resultado final ocorre com 12 a 18 meses.

Drenagem linfática: Iniciar ao redor do 3º ao 7º dias com cremes hidratantes, os quais trazem conforto no pós-operatório.

Cicatriz:  Localiza-se horizontalmente logo acima da implantação dos pelos pubianos prolongando-se lateralmente em maior ou menor extensão, dependendo do volume do abdome a ser corrigido. Esta cicatriz é planejada para ficar escondida sob as roupas de banho. Deve-se lembrar que, circundando o umbigo existirá uma cicatriz que sofrerá a mesma evolução da cicatriz inferior.

DÚVIDAS FREQÜENTES

Gravidez: O seu médico ginecologista lhe dirá da conveniência ou não de nova gravidez. Quanto ao resultado, poderá ser preservado, desde que na nova gestação seu peso seja controlado por aquele especialista. Aconselhamos entretanto que tenha todos os filhos programados antes de se submeter a uma plástica abdominal.